Xacobeo 2021
27,5km

Quarta etapa do nosso Caminho Português da Costa. Esta jornada irá caracterizar-se por discorrer, precisamente, afastada do litoral. No entanto, enfrentamos um percurso repleto de grande beleza, especialmente nas margens do rio Neiva.

O nosso destino será Viana do Castelo, talvez uma das localidades mais bonitas de Portugal. Nela poderemos fazer um pouco de turismo: conhecer o centro histórico, visitar o templo do Sagrado Coração no monte Santa Luzia e, claro, contemplar a impressionante desembocadura do rio Lima.

Arrancamos esta quarta etapa em Esposende em direção a Marinhas. São pouco mais de 4 km por um troço urbano paralelo ao mar. Se tivermos prolongado a etapa anterior, então a quarta etapa começa aqui.
De Belinhas dirigimo-nos para o interior. Passaremos pelas pequenas povoações de Mar e Belinho, deixando à nossa passagem monumentos como a igreja de São Miguel e a capela de São João do Monte ou a igreja de Belinho.

Após vários troços em paralelo ou asfalto, o Caminho conduz-nos à freguesia de Antas, onde devemos cruzar com muito cuidado a estrada EN-13. Depois de passarmos um grande monólito jubilar, começa um belo sendeiro até ao rio Neiva. A passagem junto ao rio faz-se por umas lajes de granito, imortalizada em numerosas fotografias de peregrinos.


Depois de cruzarmos o rio, espera-nos uma subida até à capela de Nossa Senhora de Guadalupe. Cruzamos a EN-13-3 e dirigimo-nos para um dos marcos do Caminho Português da Costa: a igreja de São Tiago de Castelo do Neiva.
Trata-se da igreja consagrada ao Apóstolo Santiago mais antiga de Portugal e uma das primeiras de toda a Península Ibérica. Falamos do ano 862, pouco depois da descoberta dos restos do Apóstolo.

Após um breve descanso junto ao templo, prosseguimos o nosso Caminho que, durante os seguintes 5 km, nos levará por bonitas e agradáveis zonas de bosque até São Romão de Neiva, com o seu mosteiro e igreja barroca.
Nuns minutos estamos em Chafé, onde começa um troço asfaltado até Anha, com a igreja paroquial de São Tiago e Darque.
Avança-se pela N-13 até chegarmos a uma rotunda, onde enfiaremos para a ponte Eiffel sobre o rio Lima. E assim entramos em Viana do Castelo, ponto final desta quarta etapa do Caminho Português da Costa.

O que ver e fazer em Viana do Castelo?
Esta bonita localidade portuguesa merece uma visita após o fim da etapa. Embora as forças esmoreçam, não devemos esquecer uma visita pelo centro histórico de Viana do Castelo.

É imprescindível visitar a Praça da República, coração da cidade, onde podemos admirar os antigos paços do concelho, o edifício da Misericórdia e o chafariz. O centro histórico de Viana guarda outras joias como a Catedral, de estilo românico.

Se tivermos tempo e vontade, Viana do Castelo oferece outra visita imprescindível: Santa Luzia. Do alto deste monte poderemos contemplar uma vista única: a desembocadura do rio Lima no Atlântico. Lá no alto encontramos também o Templo Monumento de Santa Luzia, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus e inspirado no Sacré-Coeur de Paris. 

Acomodações de Esposende – Viana do Castelo

Galeria de imagens

Reserva PAQ MOCHILA