Blogue

#CaminhoSustentavel: o Caminho de Santiago na Agenda 2030

#CaminhoSustentavel: o Caminho de Santiago na Agenda 2030

Compartilhar

  • Facebook
  • Twitter
23-09-2021

O que seria o Caminho de Santiago sem seu povo, sem suas paisagens, sem seus rituais, sem sua hospitalidade, sem sua acolhida?

Todos estes valores são o que queremos reivindicar e proteger através da #CaminhoSustentavel, uma iniciativa de Responsabilidade Social Corporativa com a qual o convidamos a fazer das Rotas Jacobinas o que sempre foram: uma experiência única.

As pessoas, o meio ambiente e o patrimônio. Estes são os três pilares sobre os quais #CaminhoSustentavel se concentra, três aspectos do Caminho de Santiago que são parte de sua essência e que devemos cuidar juntos.

Meio Ambiente. O ambiente natural do Caminho de Santiago é tão variado quanto único. Suas paisagens, seus bosques, seus mares e rios, seus animais... Nos Correios sabemos que o Caminho de Santiago deixa marcas nos peregrinos. Mas o peregrino não tem que deixar marcas no Caminho. Daí a nossa vocação em valorizar os aspectos naturais das Rotas Jacobinas, ao mesmo tempo em que buscamos promover hábitos sustentáveis ​​entre os peregrinos.

O centenário castanheiro de Ramil (Triacastela), o Bosque de Sorginaritzaga (Auritz) ou a praia de As Catedrais (Ribadeo) são algumas dessas joias naturais que os convidamos a desfrutar e preservar.

Pessoas. Tão importante quanto o patrimônio natural é o humano. O Caminho Sustentável é a nossa forma de homenagear todas essas pessoas que tornam possível o Caminho de Santiago: peregrinos, hospitaleiros, vizinhos das diferentes localidades por onde passam os Caminhos, carteiros... Queremos colocar as pessoas e sua sabedoria, sua cultura, suas tradições no centro.

Você se lembra daquela pessoa que te acompanhou no dia mais difícil? E aquele morador que tocou seu coração com sua sabedoria? E aquele hospitaleiro que o fez descobrir o verdadeiro significado de acolhimento?

Patrimônio. Junto ao patrimônio natural e pessoal, o Caminho de Santiago se destaca por seu patrimônio artístico, suas tradições, lendas, mitos, línguas, culturas... Poucos percursos têm a riqueza das Rotas Jacobinas. Você sabia que o Tineo é uma etapa obrigatória do Caminho Primitivo após a recepção dada ao Rei Afonso IX no Mosteiro de Santa Maria de Obona? Você conhece as centenas de ritos e lendas que cercam o Caminho? Quem não se encantou pela beleza das catedrais do Caminho Francês?

Por isso e porque só se protege o que se conhece, o Caminho Sostenible procura difundir o rico legado cultural do Caminho para salvaguardá-lo para as gerações futuras.

União de valores Jacobinos e os ODS

Como já dissemos, #CaminhoSustentavel tem como objetivo ajudar a prevenir a deterioração das Rotas Jacobinas, cuidar do meio ambiente e preservar seu rico patrimônio pessoal, artístico e cultural.

E o faz unindo os valores jacobinos aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), fixados na Agenda 2030. Estamos falando de 17 objetivos e 169 metas promulgados pela ONU em 2015, com o propósito de que os países e suas sociedades melhoram suas vidas.

Alguns objetivos com os quais os Correos se comprometeram firmemente, promovendo valores que afetam diretamente o Caminho de Santiago, são o turismo sustentável, o cuidado do território ou o apoio à cultura e aos produtos locais.

Do campo jacobino, trabalhamos em metas concretas, como: o turismo sustentável e o apoio à cultura e produtos locais (objetivo 8), proteção e salvaguarda do patrimônio cultural e natural (objetivo 11), alcançar a gestão sustentável e uso eficiente dos recursos naturais (objetivo 12 ) ou manter a vida de nossos ecossistemas terrestres (meta 15).

Os Correos também trabalham para identificar como seus produtos, serviços e ações contribuem para o cumprimento da Agenda 2030. Entre elas, se destaca a implantação de uma distribuição menos poluente, o fomento da inovação por meio de iniciativas junto a startups e a criação de projetos empresariais de proximidade e promoção da igualdade no trabalho.

Como fazer um Caminho mais sustentável?

Vocês também são protagonistas do Caminho Sustentável. Como? Muito fácil. Nós os encorajamos para que compartilhem suas próprias histórias, opiniões ou conselhos para alcançar a sustentabilidade no Caminho de Santiago.

A recordação daquela paisagem que te tirou o fôlego, daquele monumento que ficou gravado na tua memória ou daquela pessoa que fez sua jornada mais especial: um companheiro de Caminho, um hospitaleiro, talvez um morador de uma pequena cidade, um carteiro... Use a hashtag #CaminhoSustentavel e todos nós criamos uma comunidade que dá a conhecer e zela pelas Rotas Jacobinas.

E se você está fazendo ou vai fazer o Caminho de Santiago, lembre-se que existem milhares de pequenas ações que podem ajudar a alcançar a sustentabilidade nas rotas. Comprar produtos locais, evitar deixar lixo no trajeto, promover o reaproveitamento e a reciclagem, utilizar transporte público nos deslocamentos... Neste artigo reunimos algumas dicas ecológicas para conseguir um maior cuidado do Caminho.

E se você tem algum truque, conselho ou ação que acha que devemos realizar no Caminho, não hesite em compartilhá-lo. ¡Buen Camino, peregrinos!

* Versão para o Português: Bia Leis - Buen Camino 


Seu endereço de email não será publicado.
Os campos obrigatórios são marcados com *